Blog Alma Missionária

Blog Alma Missionaria

domingo, 8 de junho de 2014

 Acampamento de Pentecostes

Batizados no Espírito Santo para serdes testemunhas 
Pe. João Marcos
Foto: Natalino Ueda
“Mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força; e sereis minhastestemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até os confins do mundo.” (Atos dos Apóstolos 1,8)

A Palavra de Deus tem o poder de transformar a nossa vida. Precisamos ser ressuscitados pelo poder do Alto, pelo poder do Espírito Santo. Essa é a promessa do Senhor para nós. Peçamos a Ele que abra o nosso coração para a promessa que Ele tem para a nossa vida.

Abra o seu coração para a força da Palavra, a fim de que você seja um homem novo. Tome posse dessa verdade, dessa graça. A Palavra de Deus tem o poder de transformar nossa história e nosso coração. O Senhor tem uma unção reservada para você a cada instante, depende de você a abertura de coração para que este não seja apenas mais um Pentecostes, mas uma experiência com o Senhor.

O tema dessa pregação é: "Batizados no Espírito Santo para sermos testemunhas".

“Não sabeis que sois o templo de Deus, e que o Espírito habita em vós?” (cf. 1Coríntios 3,16). Meu irmão, você é templo do Espírito Santo de Deus. No dia do batismo, tornamo-nos Templo do Espírito. Se tomarmos consciência do que é o batismo, viveremos de forma diferente. Uma vez batizado, nos tornamos para sempre pertença exclusiva de Deus. 

A marca de Deus em nós é como um carimbo indelével. Ficamos nos perguntando por que não mais sentimos a presença de Deus, é porque o mundo vai amassando cada um de nós pelos sofrimentos e dificuldades, pelas perseguições e humilhações.

Pode ser que você tenha sido tão amassado, tão pisado e humilhado pela vida que esteja se dando a última chance neste dia. Saiba que, mesmo diante de todas essas realidades, a marca de Deus não saiu de você. Você não deixou de ser templo do Espírito Santo.

Deus convida você a fazer uma nova experiência, porque Ele quer desamassar você. Tentando sozinho, você não conseguirá, mas se contar com a graça de Deus, verá resultados.

“Conheço tuas obras, teu trabalho e tua paciência: não podes suportar os maus, puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são e os achaste mentirosos. Tens perseverança, sofreste pelo meu nome e não desanimaste. Mas tenho contra ti que arrefeceste o teu primeiro amor.” (Apocalipse 2, 2-4). O Senhor conhece nosso esforço, nossa constância de ir à Missa, rezar o terço, ler a Palavra.

“És perseverante”, diz o Senhor. Ele sabe da sua luta, da sua dificuldade e da sua dor. Porém, onde está o seu fervor? Por que parou de ir ao grupo de oração? Só por que você não sente mais aquele fervor, acha que Deus mudou? Não! O Espírito Santo é o mesmo; foi você quem O abandonou.


”O que impulsiona o evangelizador não é a barriga, mas a fé”, afirma padre João Marcos
Foto: Natalino Ueda

Sabe por que os grupos de oração não são mais os mesmos? Porque não vamos mais ao grupo com o coração aberto ao Senhor. Onde está o seu fervor pela Eucaristia, pela confissão? Seu grupo de oração será fecundo quando você, de fato, tiver gosto pela Eucaristia.

“Quisestes apartar-vos de Deus; ponde agora dez vezes mais zelo em procurá-lo.” (Baruc 4,28). Devemos, cada vez mais, ser homens de Deus, buscá-Lo com maior disposição de coração. Se antes tínhamos ânimo para buscá-Lo, agora devemos ter dez vezes mais.

“Agora, constrangido pelo Espírito, vou a Jerusalém, ignorando a que ali me espera. Só sei que, de cidade em cidade, o Espírito Santo me assegura que me esperam em Jerusalém cadeias e perseguições. Mas nada disso temo, nem faço caso da minha vida, contanto que termine a minha carreira e o ministério da palavra que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho ao Evangelho da graça de Deus.” (Atos dos Apóstolos 20, 22-24). Imagine você evangelizando e o Senhor lhe dizendo: "Vá, o que o aguarda são cadeias e tribulações". Você não iria.

Ser testemunha é dar a vida, estar pronto para morrer. É fácil gritar 'glória a Deus', mas é muito difícil deixar que a glória de Deus tome conta do seu coração. O mundo está cheio de Palavras, mas carente de testemunhos.

Como testemunhar? Tendo o cuidado com a roupa, vestindo-se como homens e mulheres de Deus. Em seu trabalho, você se porta como um cristão?

“Deus dá a cada um os dons conforme lhe apraz.” (1 Coríntios 12,4). Você tem usado os dons que Deus lhe deu? O Senhor lhe deu dons e carismas, mas não é para você mesmo; é para você levar aos outros. Como padre Jonas diz: devemos ser evangelizadores “ousados, avivados e efervescentes”.

Não podemos ter medo de ser homens e mulheres de Deus e testemunharmos isso. “Na doação, a vida se fortalece; e se enfraquece no comodismo e no isolamento... Consequentemente, um evangelizador não deveria ter constantemente uma cara de funeral. Recuperemos e aumentemos o fervor de espírito, a suave e reconfortante alegria de evangelizar, mesmo quando for preciso semear com lágrimas!” (Evangeli Gaudium, 10). 
Como você quer evangelizar com cara de velório? O que impulsiona o evangelizador não é a barriga, mas a fé. O que o mundo precisa é receber a Boa Nova do Evangelho. O Espírito Santo é o protagonista da nossa missão, por isso é necessário nos deixarmos conduzir por Ele para sermos Sua testemunha.

--------------------------------------------------------------

Padre João Marcos 
Missionário da Comunidade Canção Nova

Postar um comentário