Blog Alma Missionária

Blog Alma Missionaria

sexta-feira, 9 de maio de 2014

A HERESIA : DESLEALDADE SUPREMA PARA COM DEUS - LITURGIA DIÁRIA , 09 DE MAIO DE 2014

sexta-feira, 9 de maio de 2014

 
FOTO : Imagem do Papa Pio XII beijando os pés do Crucificado
 
A HERESIA : DESLEALDADE SUPREMA PARA COM DEUS

“A deslealdade suprema para com Deus é a heresia. É o pecado dos pecados, a mais repugnante das coisas que Deus reprova neste mundo enfermo. No entanto, quão pouco entendemos de sua odiosidade excessiva! É a poluição da verdade de Deus, o que é a pior de todas as impurezas. Porém, como somos quase indiferentes a ela!  Nós a fitamos e permanecemos calmos

Encostamos nela e não trememos. Misturamo-nos com seus fautores e não temos medo. Nós a vemos tocar as coisas santas e não percebemos o sacrilégio.Inalamos seu odor e não mostramos qualquer sinal de detestação ou desgosto. Alguns de nós afetamos ter sua amizade; e alguns até buscam atenuar as culpas dela. Nós não amamos a Deus o bastante para termos raiva pela glória d'Ele. Não amamos os homens o bastante para sermos caridosamente sinceros pelas almas deles

Tendo perdido o tato, o paladar, a visão e todos os sentidos das coisas celestiais, somos capazes de armar tenda no meio dessa praga odienta, em tranqüilidade imperturbável, reconciliados com sua repulsividade, e não sem declarações em que nos gabamos de admiração liberal, talvez até com uma demonstração solícita de simpatias tolerantes [por seus fautores]. Por que estamos tão, tão abaixo dos santos antigos, e mesmo dos apóstolos modernos destes últimos tempos, na abundância de nossas conversões? Porque não temos a antiga firmeza! Falta-nos o velho espírito da Igreja, o velho gênio eclesiástico.Nossa caridade é insincera, pois não é severa; e não é persuasiva, pois é insincera

Carecemos de devoção pela verdade como verdade, como verdade de Deus. Nosso zelo pelas almas é débil, pois não temos zelo pela honra de Deus. Agimos como se Deus ficasse lisonjeado com conversões, ao invés de serem almas que tremem, resgatadas por um excesso de misericórdia.Dizemos aos homens meia-verdade, a metade que calha melhor à nossa própria pusilanimidade e aos preconceitos deles; e depois nos admiramos de tão poucos se converterem, e que, desses poucos, tantos apostatem

Somos tão fracos a ponto de nos surpreendermos de que nossa meia-verdade não teve tanto sucesso quanto a verdade inteira de Deus. Onde não há ódio à heresia, não há santidade.  Um homem, que poderia ser um apóstolo, torna-se uma úlcera na Igreja por falta de justa indignação”
(FONTE : PADRE FREDERICK WILLIAM FABER. O PRECIOSÍSSIMO SANGUE, OU: O PREÇO DE NOSSA SALVAÇÃO. 1860, P. 314-316)

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O ALERTA DE SANTO AMBRÓSIO EM 1846 : "Meus filhos, saibam que os últimos dias estão chegando; e como disse o Apóstolo, eles serão pobres em piedades, e heresias e cismas irão aparecer nas igrejas; e como disseram os Santos Padres, não haverá nos tronos dos Mosteiros hierarcas que não sofrerão testes e tentações na vida espiritual. Portanto, heresias irão se espalhar e enganar a muitos. O inimigo da humanidade irá atuar com esperteza, e se fosse possível, ele levaria à heresia até mesmo os escolhidos. Ele não começará negando os dogmas da Santíssima Trindade, a divindade de Jesus ou a Theotokos, mas começará a distorcer os ensinamentos dos Santos Padres, em outras palavras, o próprio ensinamento da Igreja. Então, meu filho, quando você ver nas Igrejas o deboche dos atos Divinos, dos ensinamentos dos Santos, e da ordem estabelecida por Deus, saiba que os hereges já estarão presentes. Também fiquem atentos por um tempo, pois eles irão esconder suas más intenções, ou poderão deformar a fé divina secretamente, para que tenham sucesso ao lubridiar e enganar os inexperientes”

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

“Por duas razões não se deve manter relações com os hereges. Primeiramente, por causa da excomunhão, pois, sendo excomungados, não se deve ter relações com eles, da mesma maneira que com os outros excomungados. A segunda razão é a heresia. – Em primeiro lugar, por causa do perigo, para que as relações com eles não venham a corromper os outros, segundo aquilo da primeira epístola aos Coríntios (15, 33): ‘As más conversações corrompem os costumes’. E em segundo lugar para que não pareça se prestar algum assentimento às suas doutrinas perversas. Daí dizer-se na segunda epístola canônica de S. João (v. 10): ‘Se alguém vier a vós e não trouxer esta doutrina, não o recebais em vossa casa, nem o saudeis, pois o que o saúda toma parte em suas más obras’. E aqui a Glosa comenta: ‘Já que para isso foi instituída, a palavra demonstra comunhão com esse tal: de outro modo não seria senão simulação, que não deve existir entre cristãos’. Em terceiro e último lugar, para que nossa familiaridade [com eles] não dê aos outros ocasião de errar. Por isso, outra Glosa comenta a respeito dessa passagem da Escritura: ‘E se acaso vós mesmos não vos deixais enganar, outros todavia, vendo vossa familiaridade [com os hereges], podem enganar-se, acreditando que esses tais vos são agradáveis, e assim crer neles. E uma terceira Glosa acrescenta: ‘Os Apóstolos e seus discípulos usavam de tanta cautela em matéria religiosa, que não sofriam sequer a troca de palavras com os que se haviam afastado da verdade’Entende-se, porém: excetuado o caso de alguém que trata com outro a respeito da salvação, com intuito de salvá-lo”
 
[FONTE : SÃO TOMÁS DE AQUINO [QUAESTIONES QUODLIBETALES, QUODLIBETO 10, Q. 7, A. 1 (15), C.]

São Tomás de Aquino acrescenta:  "Rejeitar um só artigo ensinado pela Igreja é suficiente para destruir a fé, do mesmo jeito que um pecado mortal é suficiente para destruir a caridade..." . O Papa Leão XIII, em sua encíclica "Satis Cognitum", ensina com todas as palavras: "Nada é mais perigoso do que os hereges que, enquanto conservam quase todo o remanescente do ensino da Igreja intacto, corrompem, com uma única palavra, como uma gota de veneno, a pureza e a simplicidade da fé que nós recebemos através da Tradição tanto de Deus quanto dos Apóstolos"

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Não somente deveríamos prestar muita atenção ao aviso de Nosso Senhor por causa da FACILIDADE com que a Fé de uma pessoa pode ser corrompida, mas deveríamos também encontrar motivação no fato de que o perigo prevalece hoje em dia, mais do que o era na virada do século, há 87 anos atrás, quando o PAPA SÃO PIO X sentiu a necessidade de escrever:

"Os partidários do erro não devem ser procurados apenas entre os que são abertamente inimigos da Igreja; mas... em seu próprio seio, e estes são mais nocivos por atuarem às escondidas. A Igreja não tem inimigos piores. Pois eles colocam em operação seus desígnios para a destruição dela não pelo lado de fora, mas pelo de dentro. Assim, o perigo está presente quase nas próprias veias e no coração da Igreja, e o dano é mais certo pelo próprio fato de que o conhecimento que eles têm dela é mais íntimo.  Eles tomam o encargo de professores nos seminários e universidades e, gradualmente, fazem deles e delas cadeiras de pestilência"

 
Postar um comentário