Blog Alma Missionária

Blog Alma Missionaria

sábado, 24 de maio de 2014

 Acampamento Fortes na Tribulação

Conhecer e experimentar Jesus 
Padre Fabrício Andrade
Foto: Wesley Almeida/ CN
“Aclamai o Senhor o terra inteira”.(Salmo 99) É a terra inteira, é o mundo todo que vão aclamar o Senhor e não os Filhos do de Deus que vão se curvar diante do mundo.

O Pai se abaixou para nos amar, o 'abaixamento' do amor do Pai tem um nome e este nome é Jesus. Essa vinda de Deus a humanidade é Jesus. Quem acalma a agitação, o furor que está em torno de mim é Jesus. É ele quem coloca as coisas no eixo.

A leitura do Evangelho de hoje nos impulsiona a buscar o Senhor, a conhecê-lo. Se nós fossemos deste mundo seríamos tratados com amor, proteção e carinho pelo mundo. No Evangelho Jesus diz aos discípulos e hoje ele diz a mim e a você que não somos deste mundo, não pertencemos a ele.

Diante dos problemas, daquilo que quer me engolir preciso dizer: “eu não sou daqui”, porque eu sou do Salvador. A vida do cristão precisa ser embalada por isso: no meio das coisas que passam, ter o desejo e o amor pelas que não passam. Quando fico parado no porque, “empaco”. Mas quando avanço no para que dou passos em direção a Jesus.

Andando no meio das coisas devo me lembrar que sou do Salvador. Antes que o mundo comprasse a minha e a sua vida, o Senhor nos salvou com o próprio sangue dado por nós na cruz. Este é o motivo porque não somos daqui. O mundo quer a todo tempo nos roubar do Pai, quer nos prostituir, mas não podemos permitir.

"Para ser amor precisa haver verdade"; exorta Pe. Fabrício
Foto: Wesley Almeida/ CN
No parto o objetivo é trazer uma nova vida ao mundo, mas a mulher sente dores. Depois do nascimento a mãe esquece as dores e se alegra por ter o filho nos braços. Muitas vezes, fugimos, não queremos passar pelas dores do nascimento. Não haverá nascimento do homem e da mulher nova sem dores, sem sofrimentos.

Quando a criança nasce não temos dó de cortar o cordão umbilical que a prende a mãe, mas temos dó de cortar os cordões que nos prendem ao mundo.

Não dá para ser de Deus e ficar apegado ao mundo, é preciso apartar. Jesus amou sem excluir a verdade. Hoje as pessoas querem dar uma maquiada, enfeitar as coisas e isso não é amor. Para ser amor precisa haver verdade.

Existem pessoas que pensam, também que verdade é ser grosso, bruto. “Não fui com a cara dele eu falo é na hora”, para ser verdadeiro não precisa ser estúpido. Amor que esconde a verdade tende ao desiquilíbrio, religião que esconde a verdade vira fanatismo.

“Se perseguiram a mim, também perseguirão a voz” , diz o Senhor. É Jesus amando os discípulos dizendo a eles: “Eu vos escolhi...”; Ele não mentiu, não deu um comprimidinho e disse: “Venha que vai ser tudo maravilha”. Ao contrário, ele os alertou afirmando: “Preparem-se, porque no caminho haverá muitas dificuldades”. Tudo aquilo que está dentro de nós e é sufocado, não é trabalhado dá problema mais a frente. É preciso encarar as situações com amor e verdade.

"Conhecer o amor de Deus é diferente de ouvir falar"; afirma Pe. Fabrício
Foto: Wesley Almeida/ CN
Este é o amor de Jesus a cada um dos seus. O amor Dele prepara as pessoas para quando a dificuldade vier elas não saírem da Igreja. Precisamos conhecer este amor e isto é diferente de ouvir falar. É fazer a experiência.

Quem não é tocado por Jesus não pode viver a esperança. Porque esperança não é otimismo, ela está ligada a pessoa de Jesus. A volta de Jesus ou a nossa ida para Ele. Mas para chegar ao céu é preciso passar pela tribulação, e passar por ela com Jesus.

Só se consegue passar pela tribulação fazendo a experiência com o Senhor, não basta saber, é preciso conhecer. E Jesus é tão infinito que não há quem o tenha experimentado tanto que não tem nada novo Dele para descobrir.

Tome a decisão, conheça, faça uma nova experiência com Jesus. Convide-o a ir até você. Permita que seu coração dilate para encontrá-lo e para que ele te encontre.


Transcrição e adaptação: Rogéria Nair

--------------------------------------------------------------

Padre Fabrício 
Sacerdote missionário da Comunidade Canção Nova


--------------------------------------------------------------

24/05/2014 - 16h00

Postar um comentário