Blog Alma Missionária

Blog Alma Missionaria

terça-feira, 13 de maio de 2014

DATAS COMEMORATIVAS


13/05 - DIA DA FRATERNIDADE BRASILEIRA

O ideal político e social que animou a revolução francesa estão na frase “LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE” que se tornou conhecida em todo o mundo.
A fraternidade é o plano de Deus para toda a humanidade. Porém, a fraternidade é um princípio presente, quando inscrito no coração de qualquer pessoa, mesmo sem um referencial religioso, desde que atenta à própria consciência. Assim a fraternidade consente a todos os homens que se reconheçam iguais pela aspiração mais profunda presente em cada um: aquela de amar e ser amado dentro de uma comunidade de irmãos. Pode-se afirmar que a fraternidade se é necessária em toda a parte e não pode deixar de ser também na política.

O ideal político e social que animou a revolução francesa estão na frase “LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE” que se tornou conhecida em todo o mundo. Todos eram iguais em direitos, portanto, irmãos, dotados de uma liberdade individual que só tinha por limites a liberdade dos outros homens.

Mas, historicamente, no campo da fraternidade, as diferenças sociais, o ódio, as paixões e os interesses materiais sempre foram sobrepostos à fraternal convivência humana. Até mesmo entre filhos dos mesmos pais a harmonia e bom entendimento nem sempre se verificavam, como, aliás, se observa até hoje.

O grande problema não é dissertar sobre a fraternidade, mas vivê-la no sentido concreto da história de cada dia. Ontem e hoje, é necessário recordar que a fraternidade é uma realidade dinâmica, não acontece como um passe de mágica, ela é construída e exige renúncia. Um cuidado constante com o cerne da vida fraterna que é o acolhimento dos irmãos como um dom do Senhor. Os possíveis desvios da caridade fraterna como a inveja, a detração, o ciúme e a acomodação quebram a harmonia e levam à divisão e à discriminação.

O mesmo acontece com a noção da fraternidade, cuja base colocam no amor dos interesses comuns, ou além das filosofias e das religiões, na simples noção de humanidade, englobando, assim, no mesmo amor e numa igual tolerância todos os homens com todas as suas misérias, tanto as intelectuais e morais como as físicas e temporais. 

A própria doutrina católica nos ensina também que a fonte do amor do próximo se acha no amor de Deus, Pai comum e fim comum de toda a família humana, no amor de Jesus Cristo, do qual somos membros a tal ponto que consolar um infeliz é fazer o bem ao próprio Jesus Cristo. Qualquer outro amor é ilusão ou sentimento estéril e passageiro.

O Dia da Fraternidade Brasileira tem a finalidade de criar uma grande rede de aliados, para exigir das autoridades do país ações que favoreçam a vida da população mais excluída, a proteção do meio ambiente, a eliminação ndo da miséria, da desnutrição e das doenças. E proporcionar um momento para a reflexão sobre as raízes do preconceito que marginaliza, para que possa ser superado e que se cultivem a solidariedade e o respeito aos diferentes modos de ser, culturas, crenças e tradições que enriquecem o nosso país.

VEJA TAMBÉM

Postar um comentário