Blog Alma Missionária

Blog Alma Missionaria

terça-feira, 29 de julho de 2014

O QUE ESTÁ POR TRÁS DO DISCURSO DA LEGALIZAÇÃO DA MACONHA?

DROGAS / REPORTAGENS

“O raciocínio ideológico pró-maconha extrapola qualquer tipo de pesquisa científica que prove os malefícios da erva”
Por Daniel Machado
Nos últimos anos, tem se levantado uma interminável discussão sobre os benefícios e malefícios da maconha. Apesar de estudos importantes como as da Universidade Complutense (Espanha) e Universidade de Duke (EUA) comprovarem que o THC – Tetrahidrocanabinol (princípio ativo da maconha) – causa dependência, morte de neurônios, 3,5% mais chance de doenças mentais em quem a consome regularmente, dentre outros malefícios, não é difícil encontrarmos ídolos, artistas, jornalistas e até políticos engajados num discurso ideológico da legalização da erva nas ‘marchas da maconha’ em várias capitais do Brasil.
A pergunta é: por que o discurso da legalização da maconha persiste se centenas de pesquisas científicas mundo afora estão provando o mal que ela causa às pessoas?
A verdade é que os defensores da legalização da maconha pouco se importam com pesquisas no campo da saúde, indicando que a cannabis é tão nociva quanto a cocaína ou as anfetaminas, por exemplo, ou se algum adolescente vai desenvolver esquizofrenia ou qualquer outro tipo de doença mental por “dar um tapa”, uma única vez, num baseado. Também não é de interesse deles se esses usuários vão migrar para drogas mais fortes no futuro. O raciocínio ideológico pró-maconha e os interesses político/culturais e econômicos, que estão por trás deste discurso legalista, extrapolam qualquer tipo de pesquisa que prove o contrário de suas ideias revolucionárias.
Vídeo: dados da maconha no Brasil e no mundo
O Uruguai, primeiro país do mundo a regular o plantio e o consumo da droga, recebeu críticas e aplausos pela política de legalização, apesar de 66% da população do país se dizer contra ela. Pouca gente sabe, no entanto, que, às vésperas do discurso de José Mujica, na Organização das Nações Unidas (ONU), o presidente do Uruguai esteve reunido com George Soros, um multibilionário húngaro-americano criador da Open Society, que está por traz da maioria das ONGs que fazem o lobby da descriminalização da maconha e de outras drogas mundo afora. Em seu site, a própria Open Society Fundation diz que a política de descriminalização das drogas em Portugal “é o segundo de uma série de relatórios do Programa Global de Políticas sobre Drogas das Fundações Open Society”.
Engana-se quem pensa que a política de descriminalização e legalização da maconha é uma obra dos uruguaios. Engana-se também quem pensa que essas mesmas políticas que avançam pelo mundo, na tentativa de legalizar outras drogas, é de cunho nacional desses países.
“A verdade é que os defensores da legalização da maconha pouco se importam com pesquisas no campo da saúde indicando que a cannabis é tão nociva quanto a cocaína ou as anfetaminas.”
Um outro ponto em que os pró-maconha de plantão “viajam” (se me permitem o trocadilho) para fundamentar a legalização da erva é a questão do tráfico. “Se já existe um comércio ilegal, se não é difícil conseguir maconha da mão de um traficante, será que a legalização não enfraqueceria o tráfico e a violência por trás dele?”, dizem eles.
Bom, essa é a principal intenção do Governo uruguaio ao regular o plantio e a venda da cannabis no país: tirar o usuário da mão do traficante. O problema é que o tráfico sempre se reinventa; e, segundo dados das polícias de fronteira de países vizinhos como o Brasil, já é possível encontrar novas rotas de maconha para o Uruguai, ou seja, a legalidade da droga no Uruguai tem sido um bom negócio também para os traficantes. Prova disso é que, em 2012, o número de apreensão de drogas em território uruguaio foi de 1,9 para 2,1 toneladas em 2013. Podemos concluir que ou a polícia uruguaia encontrou novos métodos de apreensão em massa de drogas em menos de um ano ou mais maconha está sendo despejada no país pelo mercado negro.
Outro ponto cego dessa teoria é que, se o problema for acabar com o tráfico por meio da legalização da maconha, por que não acabar com toda forma de tráfico legalizando outras drogas como cocaína, crack, ecstasy etc? Alguém pagaria para ver os resultados?
Mas vamos olhar por um lado mais otimista. O bom desse debate todo, que envolve a legalização da maconha, é que fica cada vez mais claro quem são os personagens e protagonistas desse discurso e seus reais interesses. Acredite, eles não estão preocupados com a saúde do usuário, muito menos em combater o tráfico, apenas ‘abriram uma fresta da cortina’ para nos mostrar o que pretendem com o “mi-mi-mi” do “legalize já”: poder.
Veja no infográfico abaixo os efeitos da maconha no organismo. (Clique na imagem para abrir)
infográfico-efeitos-maconha-organismo-destrave
127
 
0
 
0
 
143
 
.

TEM ALGO A DIZER SOBRE O TEMA? PARTICIPE!

 

1 COMMENT TO O QUE ESTÁ POR TRÁS DO DISCURSO DA LEGALIZAÇÃO DA MACONHA?

  1. Alessandro's GravatarAlessandro
    July 22, 2014 03:54 Permalink
    Olá, eu sou a favor da legalização da maconha, eu não sou usuário mas acho que em sua matéria você não tocou no ponto principal da questão, ninguém em sã consciência irá negar que a maconha possui seus efeitos negativos (Como também positivos),a grande questão é que temos substâncias como o álcool e o tabaco que são socialmente aceitas, mas veja, o álcool é (Todas as pesquisas que li comprovam) MUITO MAIS danoso que a macona, e até o cigarro também está alguns níveis acima da mesma, então devemos partir deste princípio, Se X e Y são piores e são aceitas pela sociedade, porque Z não é aceita da mesma forma? Estudei o assunto e vi a origem desta discriminação ligada a vários fatores sociais, desde ser uma droga de \”Mexicanos\” a \”Coisa de negros\”, e também considero incorreta esta sua afirmação que maconha e tão \”Nociva\” quanto anfetaminas e cocaína, visto que até hoje não li nenhuma pesquisa de fonte idônea que citasse este tipo de emparelhamento em suas classificações, recomendo realmente a você o estudo de fontes sérias e não tendenciosas.
- See more at: http://destrave.cancaonova.com/o-que-esta-por-tras-do-discurso-da-legalizacao-da-maconha/#sthash.OfSVxugA.dpuf
Postar um comentário